Arquivo

Exposição de artesanato no CAPS II

Nos dias 9, 10 e 11 de novembro o CAPS II “Onofre Batista” organizou a sua primeira exposição de artesanato, aberta à visitação nos dias 9, 10 e 11 de novembro, exibindo peças produzidas pelos usuários desse serviço em sua oficina terapêutica, que é coordenada pela terapeuta ocupacional Aymêe Fernandes R. da Cruz, com auxílio da monitora de atividades Juliana Tonini.

Dentre os artigos expostos havia panos de prato pintados e bordados, cachecóis e demais peças de tricô, tapetes de crochê e de tear, bijuterias, chaveiros, peças de gesso e de MDF, ímãs e acessórios de crochê, entre outros.

A exposição constituiu uma oportunidade de divulgar a primeira edição do “Mídia CAPS”, um canal de comunicação cujo objetivo é divulgar os trabalhos realizados pelos beneficiários dessa nova proposta de tratamento psiquiátrico no município.

Mais exposições estão sendo programadas para o ano de 2017.

Exposição de artesanato no CAPS II

Exposição de artesanato no CAPS II

Exposição de artesanato no CAPS II

Exposição de artesanato no CAPS II

O uso de drogas e a adolescência

Os médicos-residentes do Instituto Bairral e a médica psiquiatra Dra. Alessandra Diehl, preceptora da residência médica do hospital, participaram no dia 24 de novembro de um simpósio organizado pela Associação Brasileira de Estudos de Álcool e Outras Drogas (ABEAD) em parceria com a Universidade de Campinas (Unicamp). O tema discutido durante o evento foi “O uso de drogas e a adolescência”.  Falou-se bastante sobre vulnerabilidade, mas também sobre a adolescência como uma janela de oportunidades para intervenções e formações. Nesse dia produtivo os participantes atualizaram-se sobre a epidemiologia do consumo de substâncias entre adolescentes do Brasil, que mostra clara tendência de meninas adolescentes estarem usando álcool e drogas em padrões semelhantes aos dos meninos. Também aprofundaram conhecimentos sobre prevenção na escola, identificação precoce e rastreio, na Unidade Básica de Saúde, de alterações e quadros psicopatológicos na infância e na adolescência que predispõem a um maior risco de uso/experimentação/abuso, como o transtorno de conduta, depressão, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDHA) e consequente desenvolvimento de dependência nessa população. A mensagem clara do evento foi a de que nossos esforços devem se mobilizar no sentido de trabalhar na prevenção primária para evitar ou postergar a experimentação, visto que o consumo de drogas durante a adolescência pode trazer consequências bastante graves para a vida do jovem, que ainda está em processo de formação e, portanto, é mais vulnerável.

Médicos-residentes do Instituto Bairral juntamente com a Dra. Alessandra Diehl e o Dr. Ângelo Campana, atual presidente da ABEAD.

Médicos-residentes do Instituto Bairral juntamente com a Dra. Alessandra Diehl e o Dr. Ângelo Campana, atual presidente da ABEAD.

Reunião das federadas da ABP da região Sudeste durante o CBP

Durante o XXXIV Congresso Brasileiro de Psiquiatria (CBP) em São Paulo (SP), promovido pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) de 16 a 19 de novembro, estiveram reunidos vários representantes de entidades federadas da região Sudeste do Brasil. Representando o Centro de Estudos Psiquiátricos Américo Bairral (Cepab), que é uma dessas entidades federadas, estavam a Dra. Alessandra Diehl (atual presidente do Cepab), o Dr. Marcelo Ortiz de Souza (atual vice-presidente), o Dr. Marcelo Adelino (secretário) e o Dr. Agenor de Pares de Lima (Diretor de Relações Externas do Instituto Bairral de Psiquiatria). O encontro foi coordenado pelo Dr. Ronaldo Laranjeira (coordenador das federadas da região Sudeste) e pelo Dr. Eduardo Pimentel (da federada Associação Catarinense de Psiquiatria – ACP). A principal pauta da reunião foi a organização de um evento em 2017 reunindo entidades do sul do Brasil em Porto Alegre. Várias boas sugestões foram formuladas nessa reunião, motivando os associados para, no próximo ano, somar esforços para trabalhar por um evento que tenha alto nível científico e, ao mesmo tempo, consiga alcançar a comunidade não médica.

Na foto: Dra. Alessandra Diehl (atual presidente do Cepab), Dr. Marcelo Ortiz (atual vice-presidente), Dr. Marcelo Adelino (secretário) e Dr. Agenor de Lima (Diretor de Relações Externas), Dr. Ronaldo Laranjeira (coordenador das federadas da região Sudeste), Dr. Eduardo Pimentel (ACP), Dr. Sérgio Tamai (médico psiquiatra do Instituto Bairral e membro da APM), entre outros psiquiatras presentes ao encontro das federadas da ABP.

Na foto: Dra. Alessandra Diehl (atual presidente do Cepab), Dr. Marcelo Ortiz (atual vice-presidente), Dr. Marcelo Adelino (secretário) e Dr. Agenor de Lima (Diretor de Relações Externas), Dr. Ronaldo Laranjeira (coordenador das federadas da região Sudeste), Dr. Eduardo Pimentel (ACP), Dr. Sérgio Tamai (médico psiquiatra do Instituto Bairral e membro da APM), entre outros psiquiatras presentes ao encontro das federadas da ABP.

Aprimoramento no Tratamento da Dependência de Álcool e Drogas

No período de 29 de novembro a 10 de dezembro, em cinco sábados, foi ministrado o 1º Curso de Aprimoramento no Tratamento da Dependência de Álcool e Drogas, coordenado por Maurício Landre, graduado em Serviço Social pela PUC-Campinas com Especialização em Dependência Química pela Uniad/ Unifesp, e também Coordenador Técnico da Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota, um dos serviços mantidos pelo Instituto Bairral de Psiquiatria.

O curso, com carga horária de 40 horas, teve lugar no Centro de Educação Continuada do Instituto Bairral, com a participação da assistente social Wanessa Maria de Oliveira, especialista em dependência química pela Unifesp e especialista em Serviço Social na Saúde pela PUC-Campinas, a qual atua no tratamento de dependentes químicos (Ala Feminina) do Bairral.

O grande diferencial deste curso, além de tratar do tema sob uma ótica humanista, psicossocial e espiritual, foi o de contar com a estrutura de um espaço preparado para cursos e capacitações, além de coffee-breaks e almoço, facilitando a permanência no local, principalmente para as pessoas que vieram da região, como Mogi Mirim, Mogi Guaçu, Amparo e São João da Boa Vista, além de Itapira.

Os temas abordados foram:

  • A cultura do consumo de álcool e drogas
  • A rede de atenção para álcool e drogas
  • Compreendendo a síndrome da dependência de álcool e drogas
  • A espiritualidade e a crise como instrumentos de transformação e mudança
  • Plano de tratamento
  • A família no contexto da dependência de álcool e drogas
  • A comunicação como facilitador na construção da aliança terapêutica e na unidade da equipe

A diversidade dos profissionais que participaram do curso e da realidade que cada um vive foi excelente no sentido de promover muitas trocas de experiência. Psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, clínico geral, conselheiros e representantes de serviços como CAPS, CRAS, CREAS e PROAD formaram uma corrente de trocas e sinergia que agregou ao curso uma riqueza ímpar.

As avaliações dos participantes sugerem que poderemos dar continuidade aos assuntos que foram tratados e trazer novos temas de interesse e necessidade dos participantes. Vejam algumas das sugestões: “O foco humanista no tratamento da dependência química. A visão positiva, a esperança e o deslumbramento da possibilidade de recuperação, já que a dependência é uma doença crônica”; “Possibilidade de desenvolver as ideias na prática”; “Didática, dinâmicas, depoimentos e credibilidade”; “Repetir o local, o café e almoço excelentes, a organização e o horário”.

Estamos muito contentes com os feedbacks e preparando-nos para que atendamos aos pedidos de continuidade tanto deste curso como de abordagem de outros temas pertinentes à problemática do uso crônico de álcool e drogas.

1º Curso de Aprimoramento no Tratamento da Dependência de Álcool e Drogas

1º Curso de Aprimoramento no Tratamento da Dependência de Álcool e Drogas

1º Curso de Aprimoramento no Tratamento da Dependência de Álcool e Drogas

1º Curso de Aprimoramento no Tratamento da Dependência de Álcool e Drogas

Treinamento RCP/DEA para enfermagem do Instituto Bairral

Com o objetivo de manter a enfermagem atualizada e preparada para atender às urgências e emergências clínicas, o TEUE (Time de Estudo de Urgência e Emergência) do Instituto Bairral de Psiquiatria, composto por uma equipe multiprofissional, realizou no mês de novembro a capacitação de RCP (ressuscitador cardiopulmonar) e DEA (desfibrilador externo automático) com toda a equipe de enfermagem. No treinamento o TEUE utilizou dinâmica teórica e prática por meio de simulações realísticas para o atendimento a vítima em parada cardiorrespiratória.

Registrou-se participação ativa e entusiasmada da equipe de enfermagem no treinamento com os instrutores (enfermeiros Beatriz Zancheta, Danieli Bellini e José Roberto de Oliveira e técnico de segurança/bombeiro civil Juliano Momesso), todos capacitados pelo Programa de SBV (Suporte Básico de Vida) para Profissionais de Saúde (RCP e DEA/DAE) da American Heart Association.

Além do time de enfermagem do Instituto Bairral, a capacitação de RCP/DEA se estendeu ainda aos conselheiros e à enfermagem da Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota.

Treinamento RCP/DEA para enfermagem 2016.

Treinamento RCP/DEA para enfermagem 2016.

Treinamento RCP/DEA para enfermagem 2016.

Treinamento RCP/DEA para enfermagem 2016.

Treinamento RCP/DEA para enfermagem 2016.

Treinamento RCP/DEA para enfermagem 2016.

Página 1 de 11612345...102030...Last »