Arquivo

Arquivo da Categoria ‘Atividades terapêuticas’

Confraternização das Residências Terapêuticas Tipo II

No dia 16 de dezembro deu-se a primeira confraternização do Serviço de Residência Terapêutica Tipo II (SRT) do Instituto Bairral. O evento aconteceu na Casa 2, localizada à Rua Presidente Kennedy n.° 92, e foi organizado pelos funcionários, com a participação dos moradores das residências que compõem o serviço, os quais opinaram quanto ao cardápio e cada um escolheu seu presente de Natal. Participaram 87 pessoas, sendo 43 moradores do SRT tipo II, 4 moradores do SRT tipo I, 13 familiares e 27 funcionários do SRT e CAPS II “Onofre Batista”.

Esse encontro proporcionou sentimentos de muita emoção, afetividade e alegria entre os moradores, tendo contribuído para o resgaste de boas lembranças do passado e para a ressocialização. O carinho da equipe fica cada dia mais evidenciado em acontecimentos dessa natureza, nos quais os vínculos afetivos são resgatados pelos próprios funcionários, pela comunidade e demais moradores.

Equipe Residência Terapêutica Tipo II (SRT) do Instituto Bairral.

Equipe Residência Terapêutica Tipo II (SRT) do Instituto Bairral.

Esplanada e o seu final de ano

Final de ano é sempre um período de muitas atividades comemorativas no setor Esplanada, uma das unidades de tratamento do Instituto Bairral de Psiquiatria.  A exposição de Terapia Ocupacional foi a primeira dessas atividades. Ao longo de três dias todos os demais setores do hospital estiveram prestigiando a mostra e puderam apreciar os trabalhos realizados na TO da Esplanada ao longo de 2016.

Em seguida os pacientes participaram do bingo que aconteceu no setor Vivenda, além do passeio do mês numa churrascaria e ainda da culinária especial, ocasião em que foi preparado pelos próprios pacientes um sanduíche de metro e festejados os aniversariantes do mês de dezembro.

Ganhou destaque a apresentação do coral do terceiro andar do Prédio Central (Setor Feminino), que prestigiou o setor Esplanada levando a todos belas músicas de Natal. E para finalizar, no dia 29 aconteceu o tradicional baile de final de ano, do qual as demais unidades externas também participaram. Num clima de muita descontração, ao som de músicas dos mais variados ritmos, todos dançaram muito, interagiram intensamente e assim se despediram do ano de 2016.

Atividades de final de ano no Recanto

Em dezembro o Recanto, uma das unidades de tratamento do Instituto Bairral, ofereceu diversas atividades diferentes aos seus pacientes para celebrar o mês do Natal. Na primeira semana ocorreu uma visita à Igreja de Santo Antônio, localizada nas proximidades do hospital. O grupo ficou encantado com os enfeites natalinos do templo e o lindo presépio que ali foi montado. Alguém perguntou: “Por que o menino Jesus não se encontra no presépio?”. Logo um colega respondeu: “É que ele não nasceu ainda!”. Após agradecimento e orações o grupo retornou para o setor.

No dia 10 de dezembro foi realizada a festa de Natal do Recanto, para a qual recebemos a visita dos familiares de 18 pacientes. Na ocasião foi feita uma apresentação do grupo de música do setor, cantando e acompanhando a música com instrumentos musicais de percussão, deixando a festa muito animada. Observamos com alegria o envolvimento e o carinho das famílias.

Outras atividades se seguiram durante o mês, como o bingo no Recanto, visita à exposição de terapia ocupacional do setor Esplanada, o bingo nos outros setores externos, além de uma culinária especial de Natal com ingredientes da época. Houve também um passeio no Parque Juca Mulato com parada para tomar sorvete no caminho e, para finalizar o mês, os pacientes participaram do baile do final do ano realizado no setor Esplanada, que eles aproveitaram com entusiasmo.

Bandeira Amarela é a Campeão da XLI Olimpiada do Instituto Bairral

Olimpíada… Palavra forte que envolve muitos sonhos, sacrifícios, esforço, dedicação, alegrias e frustrações. Isso ficou bastante claro nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos realizados este ano aqui no Brasil.

Paralelamente a todos esses sentimentos, deparamo-nos ainda e ao mesmo tempo com vários aspectos emocionais, os quais por sua vez nos indicam que devemos buscar o equilíbrio para que possamos dosar nossas forças e utilizá-las no momento certo.

Dentro desse espírito, a XLI Olimpíada do Instituto Bairral, realizada no período de 21 a 28 de setembro, mais uma vez representou um evento prazeroso para os pacientes e funcionários. Foi uma semana com muitas atividades, mas tranquila, graças ao empenho e comprometimento por parte dos professores, que contaram com a colaboração da equipe técnica, monitores, conselheiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem e coordenadores administrativos, que em plena harmonia participaram do evento. Um clima de amizade, companheirismo, respeito e união tomou conta de todo o evento.

Novas atividades como o basquete masculino no setor Vivenda e o voleibol feminino na quadra do espaço Lúmen, e a grande gincana realizada no dia do encerramento proporcionaram excelente benefício para os pacientes do hospital.

No final, a Bandeira Amarela sagrou-se campeã com 129 pontos, seguida da Bandeira Vermelha, com 121 pontos, e da Bandeira Azul, com 110 pontos. A próxima edição da Olimpíada está programada para o segundo semestre de 2017.

Momento em que a Pira Olímpica foi acesa.

Momento em que a Pira Olímpica foi acesa.

Hasteamento das bandeiras na XLI Olimpiada do Instituto Bairral

Hasteamento das bandeiras na XLI Olimpiada do Instituto Bairral

Técnica de Orientação à Realidade no Setor Estância

A reabilitação neuropsicológica constitui-se em um tratamento que tem como objetivo a melhora das capacidades cognitivas, emocionais, comportamentais e psicossociais, visando a manter e resgatar a qualidade de vida e a autonomia de pessoas acometidas por algum comprometimento cognitivo. Para isso, diferentes técnicas foram desenvolvidas, dentre elas, a terapia de orientação à realidade (TOR). Esta é uma das técnicas utilizadas no setor Estância, uma das unidades de tratamento do Instituto Bairral de Psiquiatria, cuja psicóloga, Marisa Crivelaro Romão, realiza grupo específico em que trabalha estímulos cognitivos e também uma melhor estruturação do ambiente como estratégia compensatória do comprometimento cognitivo do paciente. Além da utilização de calendários, cartazes, fotos e relógios colocados estrategicamente no setor, a equipe providenciou uma cabine telefônica mais adaptada e facilitadora para este perfil de paciente. Outra atividade nesse sentido ocorreu recentemente, quando os pacientes puderam participar de um passeio de reabilitação neuropsicológica e retiraram um livro na Biblioteca Municipal da cidade como forma de complementação ecológica e generalização do trabalho desenvolvido dentro do setor. Avalia-se, com isso, que os pacientes sentem-se mais inseridos em rotinas e atividades do dia-a-dia, trabalhando aspectos cognitivos, emocionais e comportamentais importantes para que sejam estimulados nesta fase da vida.

Passeio de reabilitação neuropsicológica e retiraram de livro na Biblioteca Municipal.

Passeio de reabilitação neuropsicológica e retiraram de livro na Biblioteca Municipal.

Biblioteca Municipal Itapira.

Biblioteca Municipal Itapira.

Cabine telefônica mais adaptada ao Setor Estância.

Cabine telefônica mais adaptada ao Setor Estância.