Arquivo

Arquivo da Categoria ‘Capacitação’

Enfermeiro ministra palestra sobre tabagismo no Dia Mundial sem Tabaco

O tabagismo é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como doença epidêmica que causa dependência física, psicológica e comportamental. Trata-se de um problema de saúde pública global que mata milhares de pessoas em todo o mundo.

No dia 31 de maio, Dia Mundial sem Tabaco, foi ministrada pelo enfermeiro Marílton Silva uma palestra sobre tabagismo para os pacientes dos setores 1º, 2.°, 3.° e 4.° Andares Masculinos (Prédio Central – Serviço SUS) e da unidade externa Estância. O palestrante destacou o papel que a publicidade exerceu e exerce na adoção do consumo de derivados do tabaco, especialmente cigarro, algo também estimulado pelos pais ou responsáveis, parentes, professores, ídolos e amigos que exercem uma grande influência quando fazem uso.

O foco principal de sua fala consistiu nos prejuízos que o tabaco causa ao dependente. De acordo com a OMS, é a principal causa de morte evitável em todo o mundo, sendo responsável por 63% dos óbitos relacionados às doenças crônicas não transmissíveis. Dessas, o tabagismo é responsável por 85% das mortes por doença pulmonar crônica (bronquite e enfisema), 30% por diversos tipos de câncer, 25% por doença coronariana (angina e infarto) e 25% por doenças cerebrovasculares (acidente vascular cerebral). Além de estar associado às doenças crônicas não transmissíveis, o tabagismo também é um fator importante de risco para o desenvolvimento de outras doenças, tais como tuberculose, infecções respiratórias, úlcera gastrintestinal, impotência sexual, infertilidade em mulheres e homens, osteoporose e catarata, entre outras.

Fumar é um comportamento extremamente reforçado diariamente. A abordagem com base no modelo cognitivo comportamental é a técnica recomendada para o tratamento do tabagista, tendo como premissa básica o entendimento de que o ato de fumar é um comportamento aprendido, desencadeado e mantido por determinadas situações e emoções, que leva à dependência devido às propriedades psicoativas da nicotina. O tratamento objetiva, portanto, a aprendizagem de um novo comportamento, por meio da promoção de mudanças nas crenças e desconstrução de vinculações comportamentais com o ato de fumar, combinando intervenções cognitivas com treinamento de habilidades comportamentais.

A palestra foi concluída com depoimentos de três pacientes do 4° Andar Feminino do Prédio Central que fumaram por mais de quinze anos, uma das quais gestante, e que pararam de fumar dentro de nossa instituição. Tal feito foi possível devido à participação destas pacientes em grupos; sendo assim, todos os pacientes tabagistas foram estimulados a trilhar este mesmo caminho, que pode dar certo!

Profissionais do Instituto Bairral envolvidos no trabalho do "Dia Mundial Sem Tabaco".

Profissionais do Instituto Bairral envolvidos no trabalho do “Dia Mundial Sem Tabaco”.

Cine Psiquiatria: “Mommy”

A Dra. Natália Saldanha (médica-residente R2 em psiquiatria do Instituto Bairral) escolheu o filme canadense “Mommy” (2014), do jovem e talentoso diretor Xavier Dolan, para exibição e discussão no Cine Psiquiatria do mês de maio. A escolha foi bastante acertada e agradou vários dos presentes. O filme é um “prato cheio” para quem gosta de estudar a chamada psiquiatria do desenvolvimento, isto porque retrata um adolescente que após o falecimento do pai, ocorrido três anos antes, começa a apresentar alteração importante de conduta, inclusive conduta anti-social, baixo rendimento escolar e indisciplina, entre outros. A história pregressa do personagem principal, contada pela mãe, dá sinais de que ele teria um diagnóstico prévio de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDHA), quadro que comumente cursa com vários outros diagnósticos comórbidos ou duais, como o transtorno por uso de substâncias. No entanto, o tema central do filme e que deu nome ao mesmo é a relação sem contornos, “misturada”, sem limites claros entre o adolescente e sua mãe. Esta relação, repleta de comunicação dupla, apenas reforça o comportamento do adolescente, que parece não ter referências e sofre absurdamente ao ponto de tentar suicídio. Tema, aliás, mais que presente no mundo contemporâneo.

Médica Residente R-2, Dra. Natália Saldanha.

Médica Residente R-2, Dra. Natália Saldanha.

Curso de Capacitação em Reabilitação Cognitiva Funcional para Terapeutas Ocupacionais

Nos dias 26 e 27 de maio foi realizado o primeiro encontro do Curso de Capacitação em Reabilitação Cognitiva Funcional para Terapeutas Ocupacionais. Essa capacitação terá duração de 1 ano, compreendendo 12 encontros que se darão em uma sexta-feira e um sábado ao mês, e será ministrado pela terapeuta ocupacional Alexandra Martini de Oliveira, que é graduada em Terapia Ocupacional pela Universidade de São Paulo, tem mestrado em Psiquiatria pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e é doutoranda em Psiquiatria também pela FMUSP.

Esse curso tem por objetivo oferecer conteúdo teórico e experiência prática para uso de instrumentos de avaliação e métodos de intervenção dentro de uma abordagem cognitiva funcional, criar a cultura do uso de evidências científicas na prática clínica e oferecer noções básicas para a gestão de dados, resultados e indicadores.

Terapeutas Ocupacionais do Instituto Bairral e a T. O. que irá ministrar a capacitação, Alexandra Martini de Oliveira.

Terapeutas Ocupacionais do Instituto Bairral e a T. O. que irá ministrar a capacitação, Alexandra Martini de Oliveira.

Alexandra Martini de Oliveira e a coordenadora do setor de T. O., Salete.

Alexandra Martini de Oliveira e a coordenadora do setor de T. O., Salete.

Mais atividades do CIDIA

O CIDIA – Centro Integrado de Desenvolvimento da Infância e Adolescência do Instituto Bairral lançou um novo curso de capacitação em Psiquiatria da Infância e Adolescência. O curso é bem completo e tem duração de um ano, com aulas todas as segundas-feiras das 17h00 às 18h00. Essa atividade é direcionada aos profissionais de saúde com interesse em se aprimorar no diagnóstico e tratamento dos transtornos mentais na infância e adolescência.

O CIDIA está promovendo também um Curso para Pais e Cuidadores de Crianças Opositoras e Desafiadoras, que tem como objetivo treinar os pais e cuidadores nas técnicas de manejo de comportamentos opositores e desafiadores, por meio de aulas e atividades práticas. Seu propósito é fazer com que pais e cuidadores consigam obter uma diminuição nesses tipos de comportamentos, objetivando a melhora na qualidade de vida em família e diminuição do nível de estresse dos pais. Uma primeira turma concluiu este curso no início de maio, e uma segunda já está composta para o mesmo fim.

Capacitação em Psiquiatria da Infância e Adolescência

Capacitação em Psiquiatria da Infância e Adolescência

Curso para Pais e Cuidadores "Crianças Opositoras e Desafiadoras"

Curso para Pais e Cuidadores “Crianças Opositoras e Desafiadoras”

Encontro Anual de Enfermagem e II Semana da Enfermagem “Maria Amélia Torezan”

O mês de maio tem um caráter especial para os profissionais de enfermagem do Instituto Bairral, pois marca a comemoração de inúmeras conquistas galgadas no decorrer dos anos. Ao longo da trajetória do hospital, a enfermagem sempre esteve presente na assistência aos pacientes.

A ocasião foi celebrada de forma descontraída, porém, não menos técnica. No dia 18 houve oportunidade para adquirir conhecimento graças a uma palestra a cargo da renomada médica psiquiatra e sexóloga Dra. Alessandra Elena Diehl B. dos Reis, que pertence ao corpo clínico do Bairral e é preceptora de sua residência médica, a qual abordou o tema “Transexualidade: conhecer para melhor acolher”; e no dia 19, os participantes assistiram a uma apresentação artística a cargo do “stand up” Fernando Strombeck, após a qual ocorreu a premiação do concurso de frases sobre a temática “Bairral oitenta anos”. Em seguida os funcionários se confraternizaram durante um delicioso coquetel ao som de DJ.

“Cuidar de uma pessoa… isso é amor. Cuidar de centenas, isso é… Enfermagem.”

Os organizadores agradecem as equipes de apoio que colaboraram com tanto empenho e carinho para a realização de mais um evento de sucesso.

Médica psiquiatra e sexóloga, Dra. Alessandra Elena Diehl B. dos Reis.

Médica psiquiatra e sexóloga, Dra. Alessandra Elena Diehl B. dos Reis.

O convidado Fernando Strombeck e os enfermeiros do Instituto Bairral Jonas Claudino, Daniela Mistro, Juliana Florêncio, Tamara Bayod, Camila Parentoni e José Alex.

Fernando Strombeck e os enfermeiros do Instituto Bairral Jonas Claudino, Daniela Mistro, Juliana Florêncio, Tamara Bayod, Camila Parentoni e José Alex.