Arquivo

Curso de Atualização para Auxiliar de Higiene e Limpeza

Na primeira semana de dezembro foi realizada reciclagem para Auxiliares de Higiene e Limpeza do Instituto Bairral de Psiquiatria, ministrada pela enfermeira da educação continuada Maria Heloísa Tavares Bariani e pelo técnico de segurança e bombeiro civil Juliano de Oliveira Momesso. Essa atualização teve como objetivos ampliar conhecimentos, relembrar as técnicas de limpeza, relembrar a importância do uso de equipamentos de proteção individual (EPI), melhorar a comunicação entre os profissionais e com os pacientes e destacar a importância de trabalhar em equipe.

A reciclagem foi desenvolvida em duas etapas. Na primeira foram abordados os protocolos de limpeza, noções sobre transtorno mental e perfil funcional dos pacientes dos setores em que atuam e sugestões quanto ao manejo com os pacientes e como compreendê-los. Na segunda foram focalizados aspectos como responsabilidades do empregador; responsabilidades do empregado, a importância do uso de EPIs e informações referentes à limpeza; higienização e guarda de EPIs.

Auxiliares de Higiene e Limpeza do Instituto Bairral de Psiquiatria.

Auxiliares de Higiene e Limpeza do Instituto Bairral de Psiquiatria.

Auxiliares de Higiene e Limpeza do Instituto Bairral de Psiquiatria.

Auxiliares de Higiene e Limpeza do Instituto Bairral de Psiquiatria.

Auxiliares de Higiene e Limpeza do Instituto Bairral de Psiquiatria.

Auxiliares de Higiene e Limpeza do Instituto Bairral de Psiquiatria.

Publicação de artigo científico

A Revista Unopar Científica – Ciências Biológicas e da Saúde publicou em sua edição de novembro de 2015 (vol. 17, n.° 4) artigo científico do enfermeiro Marco Aurélio Tosta Longo, do Instituto Bairral de Psiquiatria, intitulado “A Dependência de Substâncias Psicoativas na Perspectiva da Comunidade Terapêutica”. Nesse trabalho o autor faz uma revisão da literatura sobre o tema, abordando aspectos clínicos, epidemiológicos, critérios diagnósticos e como o modelo e a metodologia adotados por esses serviços – as comunidades terapêuticas – promovem mudanças do estilo de vida e da identidade pessoal do indivíduo usuário de substâncias psicoativas, favorecendo sua reabilitação e recuperação.

Festas de fim de ano no setor DQ feminino

No dia 12 de dezembro realizou-se no Instituto Bairral a confraternização com famílias das pacientes do Setor de Dependência Química Feminino do Prédio Central (SUS) para comemorar as datas festivas do final de ano – Natal e Ano Novo –, com o intuito de promover uma maior integração entre pacientes, equipes e familiares num ambiente de descontração, valorizando seus aspectos saudáveis e resgatando valores e sentimentos que essa época do ano desperta.

A dependência química acarreta para os pacientes diversas consequências pessoais e sociais. O dependente químico acaba priorizando o uso da substância, sendo essa relação marcada por perdas e prejuízos que atingem não só o dependente, mas todos os que têm relação com o mesmo, tornando-se comuns os conflitos, o rompimento de vínculos e diversas dificuldades familiares. Confraternizações como essa de que estamos dando notícia constituem um esforço para superar esses obstáculos e cooperar com a recuperação do mesmo.

A programação teve início com apresentação do Programa Terapêutico e da equipe multiprofissional aos familiares, ocorrendo em seguida a apresentação do coral (pacientes do 3.° e do 4.° andares); ao final foi exibido um vídeo com fotos das pacientes no seu dia-a-dia do tratamento e da apresentação de dança feita por elas por ocasião da Olimpíada interna do hospital. As festividades se completaram com um lanche da tarde servido no refeitório do Prédio Central, que as pacientes aproveitaram como um momento de carinho e aconchego junto das famílias.

Constatou-se boa adesão dos familiares e grande envolvimento das pacientes, atitudes que produzem reflexo positivo na evolução do tratamento. A confraternização aproximou equipe e pacientes, que trabalharam em conjunto nos ensaios para que as apresentações tivessem o êxito que se alcançou. Foi possível também resgatar a auto-estima e habilidades outrora esquecidas pelos longo tempo de adicção, mas, acima de tudo, as pacientes puderam revelar e inspirar a possibilidade de viver momentos felizes e muito prazerosos sem o consumo de álcool ou drogas.

Equipe técnica do setor dependência química presente no evento.

Equipe técnica do setor dependência química presente no evento.

As árvores de Natal do Esplanada

O setor Esplanada, uma das unidades de tratamento do Instituto Bairral, teve como destaque em sua decoração de Natal do ano findo duas grandes árvores de Natal. O projeto delas se iniciou em setembro e envolveu, além dos pacientes, diversos setores do hospital.

A estrutura das árvores foi confeccionada pelo setor de Manutenção, sob supervisão do coordenador Claudiomir Luppi e com a atuação dos funcionários da serralheria e também dos eletricistas, estes responsáveis pela iluminação de tais enfeites.  Todo o corpo das árvores foi composto por garrafas pet, as quais foram conseguidas pelos próprios pacientes, funcionários do setor de Higiene e Limpeza e funcionários da cantina do Esplanada, contando ainda com a colaboração da sua equipe de enfermagem e corpo técnico. Foram três meses resgatando garrafas, num clima de muita interação e cooperação entre todos. Ao final, o que se obteve como resultado foram duas grandes árvores, uma com 350 garrafas e a outra com 250.

Os responsáveis por essa iniciativa agradecem a colaboração de todos e dividem com os participantes a alegria de haver atingido o objetivo, lembrando que a união que os envolveu nesse período e a firme crença de “chegar lá” transformou esse pequeno círculo de convívio num lugar melhor e mais bonito. São atitudes como essas que o mundo precisa, para que os sonhos se tornem realidade.

Árvores de Natal do Setor Esplanada.

Árvores de Natal do Setor Esplanada.

Curso de Pães Congelados Serviço de Nutrição e Dietética

Em 10 de dezembro, em parceria com a empresa Gold Pão, o Serviço de Nutrição e Dietética do Instituto Bairral de Psiquiatria realizou treinamento prático sobre a confecção de pães congelados. Encarregaram-se da tarefa os especialistas Thiago Oliveira Cândido e Júlio César Fuini. Essa atividade foi direcionada aos funcionários do setor de padaria e confeitaria do hospital, teve duração de 8 horas e incluiu a apresentação de vários produtos de panificação, como roscas, pão francês, pão francês integral, baguetes, pão de batata, rouquenhas folhadas e pão de semolina, entre outros. Essa iniciativa foi bastante proveitosa para os participantes, propiciando-lhes valiosa troca de experiência com os técnicos responsáveis pelo treinamento.

Confecção de pães congelados durante o curso.

Confecção de pães congelados durante o curso.

Confecção de pães congelados durante o curso.

Confecção de pães congelados durante o curso.

Funcionários e palestrantes durante o curso.

Funcionários e palestrantes durante o curso.

Página 30 de 127« First...1020...2829303132...405060...Last »