Arquivo

Posts Tagged ‘Associação’

Codependência Entre Famílias de Usários de Álcool e Outras Drogas: De Fato uma Doença?

A revista “Debates em Psiquiatria” (RDP) da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) acaba de publicar artigo científico produzido por duas assistentes sociais do Instituto Bairral, Dalzira da Silva (que atua no 4.° andar da Seção Masculina do Prédio Central – Setor de Dependência Química para pacientes do SUS) e Aline Bosso (da unidade externa Mirante, destinada ao tratamento de dependência química de pacientes particulares e de convênios), juntamente com a médica psiquiatra Dra. Alessandra Diehl (preceptora da residência médica em psiquiatria do Instituto Bairral). O foco do artigo é o conceito de codependência, que, muito embora seja bastante popular no meio clínico do campo das dependências químicas, segue sendo considerado um constructo muito criticado e controverso no meio científico. Dalzira da Silva diz que “o objetivo foi avaliar o estado da arte sobre o constructo de codependência de familiares de usuários de álcool e outras drogas, quanto à etiologia e outros possíveis fatores relacionados, através de uma revisão da literatura”.

Os resultados retratam que o conceito de codependência segue teorizado e pouco explorado de forma empírica. Tentativas de escalas de rastreio foram realizadas sem replicações de estudos de campo. De uma forma geral, aqueles que se auto- identificam como pessoas codependentes, uma vez que recebem suporte relatam alguns benefícios positivos. O termo, mais do que um conceito psicológico de fato validado, parece representar um movimento social que deu empoderamento aos membros das famílias de usuários de álcool e outras drogas. A Dra. Alessandra Diehl conclui que “mais estudos de campo sobre a validação conceitual da codependência e os fatores a ela relacionados devem ser conduzidos, a fim de corroborar a sua real utilidade clínica e ampliação de evidência da existência deste fenômeno.”

O artigo poderá ser acessado na íntegra em sua versão on line na página da ABP tão logo esteja disponível para download.

Aline Bosso (da unidade externa Mirante, destinada ao tratamento de dependência química de pacientes particulares e de convênios), juntamente com a médica psiquiatra Dra. Alessandra Diehl (preceptora da residência médica em psiquiatria do Instituto Bairral) e Dalzira da Silva (que atua no 4.° andar da Seção Masculina do Prédio Central – Setor de Dependência Química para pacientes do SUS).

Aline Bosso (da unidade externa Mirante, destinada ao tratamento de dependência química de pacientes particulares e de convênios), juntamente com a médica psiquiatra Dra. Alessandra Diehl (preceptora da residência médica em psiquiatria do Instituto Bairral) e Dalzira da Silva (que atua no 4.° andar da Seção Masculina do Prédio Central – Setor de Dependência Química para pacientes do SUS).

Prêmio de mostra competitiva de vídeos no Congresso Brasileiro de Psiquiatria de 2016 é novamente do Bairral

Pelo segundo ano consecutivo os médicos-residentes de psiquiatria do Instituto Bairral do segundo ano de residência levaram o primeiro lugar na mostra competitiva de vídeos no XXXIV Congresso Brasileiro de Psiquiatria promovido pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) em São Paulo (SP), de 16 a 19 de novembro de 2016. O vídeo vencedor foi elaborado pelos R2 Drs. Maria Elisa Bezerra, Paulo Roberto Santana, Flávio Henrique de Simioni, Luana Martinez, Alfredo Piacentin e Leonardo Afonso dos Santos, sob o incentivo e supervisão da Dra. Alessandra Diehl (médica psiquiatra e preceptora da residência em psiquiatria do Instituto Bairral). Trata-se de um documentário de pouco menos de 20 minutos intitulado “Destinos Incertos”, no qual é retratada uma realidade nacional infelizmente bastante comum nos últimos 20 anos com o fechamento compulsório de leitos de hospitais psiquiátricos públicos no Brasil. O documentário faz um paralelo com a história da assistência psiquiátrica no mundo e em nosso país, assim como, de forma bastante didática, explicita o que a Lei 10.216 é de fato e o que ela não é na prática. Contribuíram com a participação de imagem no documentário o Dr. Agenor Pares de Lima, Diretor der Relações Externas do Instituto Bairral, que falou sobre a necessidade do trabalho em rede e na manutenção de bons leitos psiquiátricos, o Dr. Sérgio Tamai, sobre o efeito colateral do fechamento de leitos psiquiátricos, e o Dr. Rafael Lopes sobre a Lei 10.216 como um marco regulatório no cenário da psiquiatria. A comissão julgadora da mostra de vídeo do congresso destacou que o documentário vencedor poderia servir de modelo para as outras residências médicas do Brasil, uma vez que conseguiu, de forma bastante didática e resumida, retratar esse tema, que precisa chegar ao conhecimento de todos os médicos psiquiatras em formação do nosso país.

Dr. Marcelo Ortiz, Dra. Alessandra Diehl, Dr. Marcelo Adelino, Dr. Milan Mitrovich, Dr. Elton Rezende, Dr. Elias Ajub Neto, Dr. Lucas Passos Theodoro , Dr. Rafael Lopes, Dr. Oscar Rudge Taylor de Brito, Dr. Fernado Zezza, Dra. Mirelle Rezende entre os residentes do primeiro, segundo e terceiro ano no Bairral.

Dr. Marcelo Ortiz, Dra. Alessandra Diehl, Dr. Marcelo Adelino, Dr. Milan Mitrovich, Dr. Elton Rezende, Dr. Elias Ajub Neto, Dr. Lucas Passos Theodoro , Dr. Rafael Lopes, Dr. Oscar Rudge Taylor de Brito, Dr. Fernado Zezza, Dra. Mirelle Rezende entre os residentes do primeiro, segundo e terceiro ano no Bairral.

Dra. Alessandra Diehl ( preceptora da residência médica me psiquiatria do Bairral) e a Dra. Maria Elisa Bezerra ( Residente do segundo ano do Bairral) segurando o prêmio recebido.

Dra. Alessandra Diehl ( preceptora da residência médica me psiquiatria do Bairral) e a Dra. Maria Elisa Bezerra ( Residente do segundo ano do Bairral) segurando o prêmio recebido.

Eleita a nova diretoria do CEPAB

Uma nova diretoria do Centro de Estudos Psiquiátricos Américo Bairral (Cepab), uma das federadas paulistas da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), foi eleita no dia 8 de dezembro para o biênio 2017/2019. Compõem a diretoria a Dra. Alessandra Diehl, que foi reeleita para o cargo de presidente, a Dra. Viviane Franco como vice-presidente, o Dr. Elias Ajub Neto como primeiro secretário, o Dr. Fernando Zezza como segundo secretário e a Dra. Francelma de Freitas como tesoureira. Participam ainda da nova diretoria os médicos Drs. Lucas Theodoro, Nelson Antônio Filho e Milan Patrício Mitrovich. Os dirigentes eleitos estão bastante animados e motivado para iniciar os trabalhos da sua gestão e prometem muitas novidades, sempre mantendo um conteúdo de encontros atualizados, baseados em evidência e próximos da clínica do dia-a-dia do médico psiquiatra.

Nova diretoria do Centro de Estudos Psiquiátricos Américo Bairral (Cepab).

Nova diretoria do Centro de Estudos Psiquiátricos Américo Bairral (Cepab).

O que é que eu vi no CBP ouro!

O XXXIV Congresso Brasileiro de Psiquiatria (CBP), que ocorreu entre os dias 16 a 19 de novembro em São Paulo (SP), no Expo Center Transamérica, foi organizado pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), a qual neste ano está orgulhosamente comemorando 50 anos de sua fundação. Os médicos psiquiatras do Instituto Bairral de Psiquiatria e do Centro de Estudos Psiquiátricos Américo Bairral (Cepab), uma das federadas paulistas da ABP, estiveram em sua maioria presentes neste ano. O congresso reuniu mais de 5 mil médicos de todo o Brasil e da América Latina, além de outros convidados internacionais de vários locais do mundo, e foi cognominado CBP Gold por sua importância e pelo seu caráter comemorativo.

Quando perguntado aos psiquiatras do Instituto Bairral o que eles viram de mais interessante neste evento, eles foram unânimes em dizer que foi dificil escolher apenas uma atividade científica para presenciar, uma vez que várias atividades igualmente de alto nível estavam ocorrendo simultaneamente. Seguem algumas impressões:

O Dr. Milan Mitrovich (psiquiatra e preceptor da residência médica do 2.° Andar da Seção Masculina – Prédio Central – do Bairral) fala que gostou das palestras sobre autismo e entusiasmou-se com o avanço das intervenções psicossociais nessa área.

A Dra. Alessandra Diehl (psiquiatra e preceptora do 4.° Andar da Seção Feminina) disse que o que mais gostou foi ter assistido à palestra do Dr. Benício Frey sobre os fármacos durante a gestação e puerpério, tendo feito o seguinte comentário: “Pude atualizar algumas evidências cinetíficas mais recentes sobre este delicado tema, e, sobretudo, a palestra me deu embasameto para mudar a minha prática com mais segurança.”

O Dr. Paulo Roberto Santana (médico-residente R2 do Bairral) conta que priorizou as palestras sobre políticas públicas em saúde mental. Ficou algo surpreso quando soube que o Ministério da Saúde, na sua area de atuação em saúde mental, encontra-se há mais de 6 meses sem um psiquiatra em sua Câmara Técnica. Ele acredita que a “propaganda antipsiquiatria” não seja apenas um fenômemo nacional, mas com dimensões semelhantes também em outros lugares do mundo, como apontado pela atual presidente da Associação Americana de Psiquaitria (APA), Dra. Maria Oquendo.

A Dra. Nathalia Saldanha (R1 do Bairral) menciona com alegria as palestras sobre cinema que assistiu, principalmente uma delas sobre “Medical Humanities”, na qual o palestrante falou sobre a vida, obra e sintomas de Vincent Van Gogh.

A Dra. Maria Elisa Bezerra (R2 do Bairral) comentou as atualizações no tocante ao transtorno afetivo bipolar. O Dr. Alfredo Piacentin (R2 do Bairral) gostou muito das palestras sobre o tratamento da insônia; a Dra. Érica Maia (R3 do Bairral) apreciou bastante os temas de psicoterapia; e a Dra. Luana Martinez (R2 do Bairral) esteve aproveitando as palestras sobre psicogeriatria.

Todos mencionaram que o CBP Gold vai deixar saudade. Até 2017!

Na foto: os psiquiatras Dra. Alessandra Diehl e Dr. Rafael Lopes e os residentes de psiquiatria Dr. Paulo Santana, Dra. Maria Elisa Bezerra, Dra. Nathalia Saldanha, Dra. Larissa Fusco, Dra. Luana Martinez, Dra. Erica Maia, Dr. Roger Lovera, Dr. Rafael Manrique, Dr. Iuri Barbieri e Dra. Nicole Nunes.

Na foto: os psiquiatras Dra. Alessandra Diehl e Dr. Rafael Lopes e os residentes de psiquiatria Dr. Paulo Santana, Dra. Maria Elisa Bezerra, Dra. Nathalia Saldanha, Dra. Larissa Fusco, Dra. Luana Martinez, Dra. Erica Maia, Dr. Roger Lovera, Dr. Rafael Manrique, Dr. Iuri Barbieri e Dra. Nicole Nunes.

A Psiquiatria e a Medicina do Trabalho

A interface entre a medicina do trabalho e a psiquiatria foi o tema de mais um encontro do Centro de Estudos Psiquiátricos Américo Bairral (Cepab), uma das federadas da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), que ocorreu no dia 28 de setembro. Desta feita, a diretoria do Cepab utilizou o recurso da videconferência como forma de aproximar pessoas e conhecimento. O palestrante convidado foi o Dr. Marcos Henrique Mendanha, de Goiânia (GO), médico do trabalho, professor, advogado e coordenador do Centro Brasileiro de Pós-Graduações (Cenbrap). Ele iniciou sua fala mostrando o panorama atual das doenças mentais que têm uma estreita relação com altos índices de causa de afastamento do trabalho e pedidos junto ao INSS, entre elas a depressão, o stress pós-traumático e a síndrome de burnout; nesse contexto de esgotamento fez uma breve apresentação da síndrome de Karoshi, que quer dizer “morte por excesso de trabalho”, expressão oriunda do idioma japonês e da cultura de um povo tradicionalmente bastante afeito ao trabalho. Além disso, mostrou profissões com maiores chances de adoecimento mental ocupacional, como algumas da área da saúde, da educação, de bancos e de telemarketing. Também detalhou conceitos e atualização sobre acidentes do trabalho, doenças ocupacionais, nexo causal entre os sintomas e a atividade laboral, legislação, readaptação e perícias trabalhistas. Os participantes interagiram com o palestrante e fizeram-lhe perguntas, esclarecendo dúvidas e compartilhando experiências. A médica psiquiatra Dra. Alessandra Diehl, presidente do Cepab, agradeceu a generosidade do Dr. Marcos Mendanha, que se disponibilizou a colaborar conosco naquela data mesmo apesar de  se encontrar nas vésperas de seu casamento, que sabidamente é uma época de muitos preparativos, e desejou-lhe muitas alegrias e realizações na nova vida a dois.

Participantes da videoconferência do Cepab.

Participantes da videoconferência do Cepab.