Arquivo

Posts Tagged ‘dependencia quimica’

Conselheiro em dependência química conclui Curso de Aconselhamento

O conselheiro em dependência química Thiago Paquez Lucon concluiu neste semestre o Curso de Aconselhamento em Dependência Química (modalidade virtual) da Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas (Uniad) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) com um trabalho de conclusão de curso bastante interessante. Thiago desenvolveu sua dissertação em cima do título “Filho de peixe peixinho é? Crescendo em um ambiente com consumo de álcool e outras drogas”. Indubitavelmente os temas “família de usuários de álcool e outras drogas” e “filhos de dependentes químicos” têm importante relevância tanto do ponto de vista científico quanto do social-econômico e de políticas públicas. Percebe-se um crescente embasamento teórico e um arsenal científico nessa linha, principalmente na literatura internacional sobre as psicopatologias em filhos de dependentes químicos, como elucida o caso clínico descrito por Thiago. Na breve revisão bibliográfica realizada por ele constatou-se um enfoque maior dos estudos de prevalência no pai dependente químico e alguns poucos estudos abordando mais diretamente a dependência química da mãe e a influência desta no desenvolvimento infantil e puberal, bem como o aparecimento de psicopatologia em seus filhos. Por outro lado, a contribuição da psicanálise em uma revisão dos principais postulados psicanalíticos acerca dos transtornos pelo uso de substâncias psicoativas mostra o frequente comprometimento da função paterna, o funcionamento simbiótico e o narcisismo em usuários de álcool e drogas, os quais parecem merecer mais atenção em processos terapêuticos. As crescentes estatísticas de prevalência de transtornos psicopatológicos em filhos de dependentes químicos certamente justificam os programas preventivos dirigidos a essa população. Segundo Thiago, “existe uma necessidade de ampliação desta estratégia preventiva a fim de minimizarmos os danos em filhos de dependentes químicos causados pelo uso de substâncias psicoativas em uma família, evitando a inexorável repetição geracional de morbidade, a fim de que possamos quebrar o ciclo e dizer um dia: ‘Filho e peixe, nem sempre peixinho é!’”.

Médica do Bairral está entre as Top 15 pessoas do mundo selecionadas para participar de workshop em Genebra

A Dra. Alessandra Diehl, médica psiquiatra do 4.° Andar Masculino (Prédio Central), setor de dependência química do Instituto Bairral, é uma das Top 15 pessoas do mundo selecionadas para participar de um workshop intensivo sobre Sexualidade e Saúde Sexual nas dependências da Organização Mundial de Saúde (OMS) na cidade de Genebra, na Suíça, durante uma semana inteira no mês setembro de 2015. O curso é promovido pela Geneve Foundation for Medical Education and Research e faz parte de uma espécie de premiação aos melhores alunos do curso on line intitulado “Training Course in Sexual and Reproductive Health Research”, realizado no ano de 2014. Este curso de 7 meses de duração teve a participação de mais de 500 inscritos de vários lugares do mundo, principalmente da África e Índia, com módulos semanais sobre HIV e AIDS, planejamento familiar, direitos sexuais, saúde sexual e reprodutiva do adolescente e saúde materna e perinatal, entre outros temas. Também incluiu atividades semanais como provas, testes e entrega de trabalhos versando sobretudo sobre aspectos atuais da saúde sexual no Brasil e o panorama do nosso país com relação a temas e condições sexuais correlatas. Além da Dra. Alessandra Diehl, outra pesquisadora brasileira, a psicóloga, Dra. Denise Leite Vieira, do Grupo de Estudos em Sexualidade (Gesex) da Unifesp, também foi selecionada e fará companhia à Dra. Alessandra Diehl representando o Brasil. Segundo a Dra. Alessandra, “este workshop é uma grande oportunidade para ampliação de rede com vários outros profissionais do mundo, principalmente daqueles de países em desenvolvimento, que em geral estão na chamada linha de frente de seus serviços, a fim de trazer novas experiências e boas práticas clínicas que podem ser incorporadas em nosso país”.

Dra. Alessandra Diehl, médica psiquiatra do 4.° Andar Masculino (Prédio Central), setor de dependência química do Instituto Bairral

Dra. Alessandra Diehl, médica psiquiatra do 4.° Andar Masculino (Prédio Central), setor de dependência química do Instituto Bairral.

Confraternização de Natal no Programa de DQ

A dependência química (DQ) é uma doença crônica e recorrente, e acarreta sérias consequências pessoais e sociais para o futuro dos jovens e de toda a sociedade. Uma vez estabelecida a dependência, o usuário acaba priorizando o uso da substância em detrimento de outras atividades e obrigações. Essa relação com a substância é marcada por perdas e prejuízos que atingem não somente o dependente, mas todos que, direta ou indiretamente, têm relações com ele, em especial seus familiares. Estes sofrem por serem vistos como corresponsáveis pela formação dos filhos, estando diretamente atrelados ao seu desenvolvimento saudável ou doentio. Tornam-se comuns o agravamento dos conflitos, o rompimento dos vínculos e principalmente as dificuldades dos familiares em lidar com a dependência química.

Pensando no resgate desses vínculos, foi realizada uma confraternização de Natal com os familiares, funcionários e pacientes do programa de DQ do Prédio Central (setor SUS) do Instituto Bairral, com o objetivo de integrá-los, promovendo a vivência dessa data festiva de forma saudável.

A programação iniciou-se com a exibição de um vídeo motivacional, abordando a proposta e as etapas de evolução do tratamento, ilustradas por meio de fotos da rotina de atividades dos pacientes, e foi finalizada com a apresentação da equipe multidisciplinar.

Os pacientes se organizaram previamente para a apresentação do coral, atividade que já é realizada semanalmente como parte do programa terapêutico. Elaboraram cartas de agradecimento enfatizando a importância da presença da família para o sucesso do tratamento, e também para Deus, promovendo o resgate da espiritualidade.

Ao final foi realizado um lanche da tarde e entregues as lembranças de Natal, confeccionadas pelos próprios pacientes na Terapia Ocupacional.

Houve boa adesão dos familiares e envolvimento dos pacientes, com reflexo positivo na evolução do tratamento.

Confraternização de Natal com os familiares, funcionários e pacientes do programa de DQ do Prédio Central (setor SUS) do Instituto Bairral.

Confraternização de Natal com os familiares, funcionários e pacientes do programa de DQ do Prédio Central (setor SUS) do Instituto Bairral.

Confraternização de Natal com os familiares, funcionários e pacientes do programa de DQ do Prédio Central (setor SUS) do Instituto Bairral.

Confraternização de Natal com os familiares, funcionários e pacientes do programa de DQ do Prédio Central (setor SUS) do Instituto Bairral.

Profissional do Instituto Bairral ministra curso em Breves, Ilha de Marajó

O Assistente Social e Especialista em Dependência Química Maurício Landre, Coordenador Técnico da Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota, um programa do Instituto Bairral de Psiquiatria, esteve em na cidade de Breves, na Ilha de Marajó, Estado do Pará, nos dias 11 e 12 de abril, onde ministrou o Curso de Capacitação para Agentes Comunitários na Área da Dependência de Substâncias Psicoativas.

O público do curso, composto por profissionais e colaboradores de instituições públicas e privadas, ultrapassou o número de 120 participantes. A demanda por informação, capacitação, profissionais e serviços na Região Norte do país é grande e os problemas mais graves estão relacionados com o uso de álcool e da pasta base da cocaína, além do que a região é conhecida atualmente como uma rota do tráfico internacional de drogas.

O Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas da cidade de Breves, junto com a Coordenação de Políticas sobre Drogas da Assembleia Legislativa do Estado do Pará, por intermédio do Coordenador Cléber Fonseca, vem promovendo cursos, fóruns, palestras e seminários para desenvolver e fortalecer a Rede de Atenção Álcool e Drogas naquele Estado.

O curso ministrado por Maurício Landre é uma das novas frentes didáticas que o Programa Bairral.EDU vem desenvolvendo, e que em maio deste ano promoverá o Curso de Capacitação para Profissionais na Área de Dependência de Álcool e Drogas no município de Congonhas (MG).

Maurício Landre, Coordenador Técnico da Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota, esteve na cidade de Breves, na Ilha de Marajó.

Maurício Landre, Coordenador Técnico da Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota, esteve na cidade de Breves, na Ilha de Marajó.

Maurício Landre, Coordenador Técnico da Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota, esteve na cidade de Breves, na Ilha de Marajó.

Maurício Landre, Coordenador Técnico da Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota, esteve na cidade de Breves, na Ilha de Marajó.

I Simpósio “Conversando sobre Internação Psiquiátrica e Dependência Química”

No dia 15 de março foi realizado no anfiteatro do Instituto de Psiquiatria (IPq) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, em São Paulo (SP), o I Simpósio “Conversando sobre Internação Psiquiátrica e Dependência Química”.

Um grupo de funcionários do Instituto Bairral participou do evento: as assistentes sociais Ana Lívia e Wanessa Maria, do próprio hospital, e a psicóloga Maísa, a secretária Aline e os conselheiros Ulisses, Rubens, Ivair, Ricardo e Bruno, todos da Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota.

Importante destacar que o Coordenador da CT Santa Carlota, Maurício Landre, foi um dos palestrantes do simpósio, apresentando o Modelo de Comunidade Terapêutica nela adotado.

Durante o evento foram discutidas questões como quando há indicação para internação, manejo de enfermagem no contexto da internação psiquiátrica para dependentes químicos, atividade física para dependentes químicos, família e sociedade, legislação, dentre outros.

Grupo de funcionários do Instituto Bairral participando do evento.

Grupo de funcionários do Instituto Bairral participando do evento.

Coordenador da Comunidade Terapêutica Santa Carlota, Maurício Landre.

Coordenador da Comunidade Terapêutica Santa Carlota, Maurício Landre.