Arquivo

Arquivo da Categoria ‘Serviços Especializados’

Capacitação para profissionais das Residências Terapêuticas

Em 5 de outubro teve lugar no Centro de Educação Continuada do Instituto Bairral uma capacitação para funcionários das Residências Terapêuticas, com o objetivo de atualizar e ampliar o conhecimento a respeito de como funciona esse serviço, além do aprimoramento sobre técnicas práticas de urgências e emergências nas RTs.

Os temas abordados foram: CAPS II como referência ao serviço de Residência Terapêutica; atribuições do cuidador; autonomia e independência do morador; ética e humanização; normas e regulamentos; questões sociais; estimulação cognitiva; cuidados gerais (higiene, curativos, medicação); e urgências e emergências. As abordagens foram de natureza teórica e prática.

A capacitação teve duração de quatro horas e foi conduzida pelas enfermeiras Camila da Costa Parentoni e Roberta Inácio do Couto Rossi, como representantes do CAPS II e das RTs, e enfermeiros Jonas Felipe Claudino e Marco André Theodoro, direcionando toda a dinâmica prática e extra-hospitalar. Integrando a equipe, foi muito importante a participação da assistente social Fernanda Castilho Rondelo, exemplificando questões sociais que caracterizam este modelo de serviço, bem como das demais profissionais da equipe multiprofissional do CAPS II, a psicóloga Fernanda Oliveira Perin e a terapeuta ocupacional Mariana Dutra Zafani, que focalizaram questões de estímulo cognitivo e terapêutico nas atividades do dia-a-dia destes pacientes.

O evento foi muito positivo e dinâmico, com participação ativa dos funcionários submetidos à capacitação.

Enfermeira Roberta Inácio do Couto Rossi abordando assuntos da capacitação.

Enfermeira Roberta Inácio do Couto Rossi abordando assuntos da capacitação.

Funcionários das Residências Terapêuticas e enfermeiros durante a capacitação.

Funcionários das Residências Terapêuticas e enfermeiros durante a capacitação.

Abordagens práticas.

Abordagens práticas.

Enfermeiros Jonas Felipe Claudino e Camila da Costa Parentoni, a assistente social Fernanda Castilho Rondelo, a psicóloga Fernanda Oliveira Perin e os enfermeiros Roberta Inácio do Couto Rossi e Marco André Theodoro.

Enfermeiros Jonas Felipe Claudino e Camila da Costa Parentoni, a assistente social Fernanda Castilho Rondelo, a psicóloga Fernanda Oliveira Perin e os enfermeiros Roberta Inácio do Couto Rossi e Marco André Theodoro.

Presença internacional da CT Santa Carlota

A Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota, um dos serviços do Instituto Bairral de Psiquiatria, participou da 16.a Conferência da Federação Europeia de Comunidades Terapêuticas – “Pathways of Care to Recovery(Caminhos de Cuidados para a Recuperação), que aconteceu no Dublin Castle, em Dublin, Irlanda, entre os dias 20 e 22 de setembro, apresentando a sua metodologia e os números nesses seus cinco anos de funcionamento. Atualmente, 75% da capacidade de atendimento da CT Santa Carlota são destinados aos dependentes de crack e outras drogas encaminhados pelo Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas (Cratod), órgão do Governo do Estado com sede em São Paulo (SP), na sua maioria casos originários da “Cracolândia”, em situação de rua, com vínculos rompidos e uma desorganização psicossocial integral.

No evento em Dublin ocorreram 60 apresentações de diferentes países da Europa, Austrália, Índia, Rússia, Israel, Paquistão, Grécia, Oriente Médio, Escandinávia e dos Estados Unidos, registrando-se a presença de palestrantes renomados no mundo da prevenção e tratamento das dependências, entre eles: Dr. George De Leon: reconhecido como a principal autoridade em tratamento e pesquisa em Comunidade Terapêutica, Professor Clínico em Psiquiatria na Universidade de Nova York, autor de mais de 170 artigos e capítulos científicos, tendo escrito e editado sete livros e monografias, incluindo “A Comunidade Terapêutica: Teoria, Modelo e Método”, considerado o livro mais importante no campo; Gilberto Gerra, Chief of Drug Prevention and Health, Division for Operations, United Nations Office on Drugs and Crime, Viena, Áustria; Dr. Eamon Keenan, da Irlanda; Naya Arbiter, do Estado de Novo México (EUA); David Best, fundador da Australian Recovery Academy (UK); Sharon Dawe, Professor de Psicologia Clínica na Griffith University, autor de “Mothering Justice” (UK); Professora Catherine Comiskey, do Trinity College, de Dublin, Irlanda; Wouter Vanderplasschen, da Bélgica; Michael Donnellan, da Irlanda; Rod Mullen, dos EUA; e Jo-Hanna Ivers, do Trinity College, de Dublin, Irlanda.

A Conferência foi dividida em três grandes tópicos que direcionaram todos os trabalhos apresentados: “Gênero, Mulheres e Famílias”, “Tratamento na Prisão e Ambientes Seguros” e “Saúde Mental, Bem-Estar e Dificuldades Intelectuais”.

Atualmente, a CT Santa Carlota atende 100 dependentes de álcool e outras drogas, por meio de parceria público-privada entre o Instituto Bairral e a Secretaria de Estado de Saúde do Estado de São Paulo. O trabalho apresentado pela CT Santa Carlota nesse importante conclave foi coletado durante os cinco anos de sua existência, assim como um comparativo entre esses dados e os últimos 21 meses, quando a CT Santa Carlota passou a oferecer 75% de seus leitos para a população encaminhada pelo Cratod, vindos principalmente da “Cracolândia”. Com o total apoio de Nivaldo José Caliman, Diretor Superintendente do Instituto Bairral de Psiquiatria, foi elaborado e apresentado por Maurício Landre, Coordenador Técnico da CT Santa Carlota, Graduado em Serviço Social e Especialista em Dependência Química pela Unifesp, com a colaboração de Aline Cristina da Silva, estudante de Serviço Social e Assistente Administrativa Executiva da CT, e Ricardo Moriyama, responsável pela área de  marketing do Instituto Bairral, com a Supervisão de Dr. Ronaldo Ramos Laranjeira, Professor Titular do Curso de Psiquiatria da Unifesp.

A CT Santa Carlota já atendeu mais de 1.500 usuários crônicos de álcool e drogas e mais de 9.000 familiares em seus 5 anos de vida. Em outubro de 2015 passou a reservar 75% da sua capacidade de atendimento para acolhidos vindos da região central de São Paulo, encaminhados pelo Cratod. A taxa de conclusão do tratamento para esse perfil de comprometimento é próxima dos 44%, em comparação com os que vieram encaminhados de outras regiões, que foi de 54%.

A presença do Dr. George De Leon e outros líderes mundiais na área da prevenção e tratamento, durante a apresentação oral da CT Santa Carlota e de nossos resultados, abrilhantou o momento que ocupou toda a plenária da Conferência.

Após a apresentação o Coordenador da CT Santa Carlota Maurício Landre e sua filha e intérprete Verônica Landre tiveram uma reunião com Dr. De Leon para esclarecer mais detalhes de nosso programa, que tem como idealizador da proposta o Dr. Ronaldo Laranjeira, Professor de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo e criador do “Programa Recomeço” no Estado de São Paulo, e da metodologia inspirada e embasada na experiência que o Dr. De Leon explanou em seu livro “A Comunidade Terapêutica: Teoria, Modelo e Método”.

O Dr. George De Leon ficou impressionado com os dados, a estrutura e o programa da CT Santa Carlota, e acreditamos que suas impressões vão ser ainda melhores quando pessoalmente conhecer todo nosso processo de acolhimento, recuperação e reinserção social, em visita que está programada para o fim deste ano de 2017.

Recentemente, nas comemorações do quinto ano de funcionamento da CT Santa Carlota, foi descerrada uma placa comemorativa na qual o Dr. De Leon é citado como inspirador da obra, junto com o Dr. Ronaldo Laranjeira como idealizador. Estamos ansiosos para que sua vinda nos brinde com seu conhecimento e suas sugestões.

A Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota participou da 16.a Conferência da Federação Europeia de Comunidades Terapêuticas – “Pathways of Care to Recovery” (Caminhos de Cuidados para a Recuperação).

A Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota participou da 16.a Conferência da Federação Europeia de Comunidades Terapêuticas – “Pathways of Care to Recovery” (Caminhos de Cuidados para a Recuperação).

A Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota participou da 16.a Conferência da Federação Europeia de Comunidades Terapêuticas – “Pathways of Care to Recovery” (Caminhos de Cuidados para a Recuperação).

A Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota participou da 16.a Conferência da Federação Europeia de Comunidades Terapêuticas – “Pathways of Care to Recovery” (Caminhos de Cuidados para a Recuperação).

A Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota participou da 16.a Conferência da Federação Europeia de Comunidades Terapêuticas – “Pathways of Care to Recovery” (Caminhos de Cuidados para a Recuperação).

A Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota participou da 16.a Conferência da Federação Europeia de Comunidades Terapêuticas – “Pathways of Care to Recovery” (Caminhos de Cuidados para a Recuperação).

A Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota participou da 16.a Conferência da Federação Europeia de Comunidades Terapêuticas – “Pathways of Care to Recovery” (Caminhos de Cuidados para a Recuperação).

A Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota participou da 16.a Conferência da Federação Europeia de Comunidades Terapêuticas – “Pathways of Care to Recovery” (Caminhos de Cuidados para a Recuperação).

A Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota participou da 16.a Conferência da Federação Europeia de Comunidades Terapêuticas – “Pathways of Care to Recovery” (Caminhos de Cuidados para a Recuperação).

A Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota participou da 16.a Conferência da Federação Europeia de Comunidades Terapêuticas – “Pathways of Care to Recovery” (Caminhos de Cuidados para a Recuperação).

A Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota participou da 16.a Conferência da Federação Europeia de Comunidades Terapêuticas – “Pathways of Care to Recovery” (Caminhos de Cuidados para a Recuperação).

A Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota participou da 16.a Conferência da Federação Europeia de Comunidades Terapêuticas – “Pathways of Care to Recovery” (Caminhos de Cuidados para a Recuperação).

Coordenador da CT Santa Carlota Maurício Landre.

Coordenador da CT Santa Carlota Maurício Landre.

Palestra “Fique por dentro do que há de novidade no uso de fármacos glutamatérgicos no tratamento da depressão”

No último dia 19 de agosto, o Instituto Bairral de Psiquiatria realizou uma palestra com o tema “Depressão e via glutamatérgica: o que há de novo?”. Na referida palestra, o Dr. Acioly Lacerda, Professor do Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina (UNIFESP) e Coordenador de Centro de Pesquisa e Ensaios Clínicos Sinapse-Bairral, apresentou os mais recentes avanços no tratamento da chamada Depressão Resistente. Apesar de dispormos de mais de 20 medicamentos aprovados para o tratamento da Depressão, vários estudos mostram que cerca de 50% destes pacientes não melhoram com tais tratamentos, sendo, portanto, portadores de Depressão Resistente. Na palestra foram apresentados os mais recentes estudos com o uso de Quetamina para o tratamento da Depressão Resistente, dados que incluíram a experiência pioneira do Centro de Pesquisas Sinapse-Bairral que desenvolveu a técnica de aplicação subcutânea, tornando o tratamento ainda mais efetivo e seguro. O Dr. Acioly apresentou os dados do Consórcio Brasileiro de Clínicas de Quetamina, coordenado pelo Instituto Bairral, o qual conta com a experiência de cerca de 2.000 infusões de Quetamina, uma das maiores do mundo. Os dados apresentados confirmam uma melhora de cerca de 85% dos pacientes com Depressão Resistente após o tratamento com Quetamina, que seguramente representa a maior revolução no tratamento da Depressão nas últimas 5 décadas.

Palestra “Fique por dentro do que há de novidade no uso de fármacos glutamatérgicos no tratamento da depressão”.

Palestra “Fique por dentro do que há de novidade no uso de fármacos glutamatérgicos no tratamento da depressão”.

Palestra “Fique por dentro do que há de novidade no uso de fármacos glutamatérgicos no tratamento da depressão”.

Pró Bairral – Liderança Transformadora

Dando continuidade ao Projeto Pró Bairral – Liderança Transformadora, desenvolvido em parceria com a Consultoria Misina & Grecco, o Instituto Bairral iniciou no dia 18 de agosto a segunda etapa de treinamento que visa ao desenvolvimento e capacitação de todos os líderes setoriais do hospital. Esta etapa compreenderá 80 horas treinamento, as quais irão ser distribuídas entre as competências de autoconhecimento, desenvolvimento de equipe/liderança, delegação, negociação e visão sistêmica.

A proposta desse treinamento é poder despertar e aprimorar de uma maneira bem prática, por meio de jogos e vivências, as competências que a instituição identificou como de grande valia para os cargos de liderança. Vale ressaltar que o mesmo tem como objetivo secundário proporcionar um momento de integração entre os líderes e as interfaces de trabalho.

No seu processo de autoaperfeiçoamento o Instituto Bairral está passando por grandes transformações, e este projeto vem compor mais uma das ações que amparam e dão subsídios para que a organização possa crescer e evoluir no seu todo.

Projeto Pró Bairral – Liderança Transformadora.

Projeto Pró Bairral – Liderança Transformadora.

Projeto Pró Bairral – Liderança Transformadora.

Projeto Pró Bairral – Liderança Transformadora.

Projeto Pró Bairral – Liderança Transformadora.

Projeto Pró Bairral – Liderança Transformadora.

Projeto Pró Bairral – Liderança Transformadora.

Projeto Pró Bairral – Liderança Transformadora.

Reciclagem de Bombeiro Profissional Civil

De 24 a 28 de julho o técnico de segurança do trabalho Juliano de Oliveira Momesso realizou mais uma reciclagem de bombeiro civil na Cetseg – Escola de Bombeiros Civis, na cidade de Sumaré (SP). Na oportunidade, foi-lhe possível ter contato com novos equipamentos, técnicas e procedimentos no combate a incêndio, técnicas de resgate em altura, espaço confinado, atendimento a acidentes com produtos perigosos e também orientações de primeiros socorros.

As reciclagens são de extrema importância, pois permitem a troca de experiência com outros bombeiros que atuam em diversas áreas, desde indústrias químicas até ambientes de shopping centers, além do que todo esse conhecimento é repassado aos brigadistas de incêndio e emergências do hospital nos treinamentos realizados ao longo do ano.

Juliano de Oliveira Momesso, técnico de segurança do trabalho e bombeiro civil do Instituto Bairral de Psiquiatria.

Juliano de Oliveira Momesso, técnico de segurança do trabalho e bombeiro civil do Instituto Bairral de Psiquiatria.

Participantes da reciclagem de bombeiro civil na Cetseg.

Participantes da reciclagem de bombeiro civil na Cetseg.

 


Warning: implode(): Invalid arguments passed in /home/bairral/www/blog/wp-content/themes/ZenHealth/footer.php on line 1