Arquivo

Comunidade Terapêutica Bairral – Um projeto para 2011

Ocorreu no último sábado, dia 11, em São Paulo (SP), com organização da UNIFESP – INPAD e UNIAD e apoio do Consulado Americano, CREMESP, Instituto Bairral, Editora Roca, CNPq e CONEDSP, uma palestra a cargo do Dr. George De Leon focalizando “As Comunidades Terapêuticas e o Tratamento da Dependência Química”. O palestrante é diretor do Center for Therapeutic Community Research em Nova Iorque, professor de Psiquiatria na New York University e autor de várias obras sobre o tema. É considerado o maior especialista em Comunidades Terapêuticas na área de Dependência Química, e sua palestra foi inspiradora. Mostrou como é importante que essa forma de tratamento seja desenvolvida com o maior cuidado conceitual possível, deixando claro que somente os locais que adotam um alto nível de funcionamento dos princípios que regem as relações interpessoais é que podem efetivamente ser chamadas de Comunidades Terapêuticas. E isso num clima muito amistoso e de reconhecimento de que várias formas de locais que são chamadas de Comunidades Terapêuticas, mas que não seguem esses princípios, podem ser úteis aos pacientes. O Dr. De Leon focou sua apresentação nas diferenças entre tratamento e recuperação (recovery). Afirmou que, como psiquiatra, não tinha dúvida de que essa diferença é fundamental no entendimento de tudo que possamos fazer para nossos pacientes. Disse ainda que tratamento compreende episódios que utilizam alto nível técnico e fornecem elementos que possam estabilizar o paciente. Já a recuperação é um processo de longo prazo, do qual a pessoa tem que participar intensamente e modificar não só a  percepção de si mesma, mas também o seu estilo de vida e visão de futuro.

George De Leon recomendou um autor americano, William White, que tem escrito muito sobre recuperação, inclusive com um livro recente muito bom. No entanto, a maioria dos escritos desse autor pode ser acessada por intermédio do site http://www.williamwhitepapers.com.

O Instituto Bairral esteve presente ao evento com o Dr. George De Leon nas pessoas de seu Diretor Administrativo, Nivaldo José Caliman, e seu Diretor de Relações Externas, Dr. Agenor Pares de Lima. É o primeiro passo da instituição rumo ao desenvolvimento de mais um projeto para 2011, a possível transformação da Fazenda Santa Carlota numa Comunidade Terapêutica para dependentes químicos de referência. Nessa empreitada contaremos com a supervisão direta do Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira e a presença, em momento oportuno, do próprio Dr. George De Leon.

Dr. George De Leon

Dr. George De Leon

Deixe seu comentário