Arquivo

Capacitação para funcionários do setor de cozinha da Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota

No dia 18 de outubro foi feita uma capacitação para os funcionários do setor de cozinha da Comunidade Terapêutica Rural Santa Carlota com o objetivo de ampliar seus conhecimentos sobre as práticas padronizadas de higiene no manuseio de produtos, visando à preparação de alimentos seguros, e também para orientá-los quanto a normas e instruções de segurança do trabalho.

Participaram como palestrantes Carla Soares de Campos Sartorelli, coordenadora do setor de Nutrição e Dietética, e Taís Aparecida da Silva Costa, técnica de segurança do trabalho, ambas funcionárias do Instituto Bairral.

O treinamento ensejou aos participantes aprimorar seus conhecimentos e esclarecer dúvidas, consequentemente agregando maior qualidade ao trabalho que desenvolvem.

Palestrantes e participantes da capacitação.

Palestrantes e participantes da capacitação.

 

Programa de Capacitação para Tratamento do Tabagismo

No dia 17 de outubro um grupo de profissionais do Instituto Bairral participou do “Programa de Capacitação para Tratamento do Tabagismo” realizado pelo Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas (Cratod), órgão da Secretaria Estadual de Saúde, em parceria com o Programa Estadual do Controle de Tabagismo. Fizeram parte do grupo as psicólogas Mariana Curi, Priscila J. Lauri e Silmara C. Luciano, os enfermeiros Juliana M. Florêncio, Lincoln Eduardo Cardoso e Marco Aurélio T. Longo, a terapeuta ocupacional Aline Coraça Trevelin e a farmacêutica Josi Aparecida M. S. de Araújo.

O tabagismo é uma doença pediátrica (início precoce por volta dos 13 anos de idade) e crônica, gerada pela dependência à nicotina, droga presente em qualquer derivado do tabaco, como cigarro, charuto, cachimbo, cigarro de palha, cigarrilha, rapé, tabaco mascado (fumo de rolo), cigarro de Bali e narguilé (cachimbo de água utilizado para fumar), entre outros. O usuário de produtos de tabaco é exposto continuamente a quase 8.000 substâncias tóxicas, sendo cerca de 60 delas cancerígenas. Essa exposição faz do tabagismo o mais importante fator de risco isolado de doenças graves e fatais, caracterizando a primeira causa de morte evitável no mundo.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), além do sofrimento que o tabaco causa nas famílias com as mortes e doenças, a perda da produtividade e o tratamento de doenças com ele relacionados geram enormes gastos para as nações por ano no mundo.

Torna-se relevante mencionar alguns dados atualizados fornecidos pelo Ministério da Saúde:

  • O tabaco mata seis em cada dez consumidores.
  • 428 pessoas morrem por dia no Brasil por causa do tabagismo.
  • 12,6% da todas as mortes no país podem ser atribuídas ao tabagismo.
  • Mais de 156 mil dessas mortes poderiam ser evitadas a cada ano.
  • Fumantes homens perdem 6,12 anos de vida.
  • Fumantes mulheres perdem 6,71 anos de vida.
  • Esse quadro gera um custo de R$ 23 bilhões aos cofres públicos todos os anos.
  • 80% dos fumantes têm o desejo de cessar o uso, porém somente de 3 a 5% conseguem sem a ajuda profissional.

O programa é destinado à capacitação de profissionais de saúde de nível universitário para auxiliar as pessoas a deixar de fumar, fornecendo-lhes todas as informações e estratégias necessárias para direcionar seus próprios esforços nesse sentido. Consiste de uma abordagem ativa e pragmática, em que elas são incentivadas a aplicar o que aprenderam com o programa em outros aspectos de sua vida.

A estratégia do programa prevê grupos que são realizados semanalmente e divididos em quatro sessões, totalizando um período de quatro semanas. Aborda os comportamentos, pensamentos e sentimentos dos fumantes, utilizando métodos de redução, medicações como apoio e interação do grupo para incentivar as mudanças.

Lincoln Eduardo Cardoso, Juliana M. Florêncio, Silmara C. Luciano, Priscila J. Lauri, Aline Coraça Trevelin, Josi Aparecida M. S. de Araújo, Marco Aurélio T. Longo e Mariana Curi.

Lincoln Eduardo Cardoso, Juliana M. Florêncio, Silmara C. Luciano, Priscila J. Lauri, Aline Coraça Trevelin, Josi Aparecida M. S. de Araújo, Marco Aurélio T. Longo e Mariana Curi.

Bairral marca presença no ConSindosfil 2017

A Coordenadora de Recursos Humanos Maria Stella Nóris Junqueira Mistro e a Coordenadora Administrativa Gisele Marcatti, funcionárias do Instituto Bairral de Psiquiatria, estiveram presentes no ConSindosfil 2017 – 2º Congresso do Estado de São Paulo, que teve como tema central  “Gestão de pessoas – Desafios em tempos de mudança”.

O evento ocorreu de 9 a 11 de outubro em Águas de Lindóia (SP), contou com ilustres palestrantes e versou sobre assuntos atuais e importantes para área de Recursos Humanos.

A programação foi bastante abrangente, focalizando temas como engajamento e motivação de colaboradores; gestão integrada de saúde; soluções em perspectivas de redução de custos; ambiente hospitalar e o entusiasmo pela vida; qual o desafio da liderança nos tempos de mudança; neurolinguística no desenvolvimento de pessoas; ultratividade da norma coletiva; cláusulas obsoletas e novas propostas; desenvolvimento de liderança no segmento da saúde; insalubridade e periculosidade estão presentes no hospital como um todo; os riscos e crises das instituições de saúde oriundos das redes sociais; reforma trabalhista e o negociado sobre o legislado; de que forma o RH deverá alcançar a visão de negócios necessária para ajudar as organizações a ter o melhor desempenho possível.

Foram momentos de reflexão e aprendizado para os participantes, favorecidos pelas manhãs e tardes repletas de sabedoria, que irão agregar qualidade na gestão de pessoas de nossa instituição.

Instituto Bairral de Psiquiatria presente no ConSindosfil 2017 - 2º Congresso do Estado de São Paulo.

Instituto Bairral de Psiquiatria presente no ConSindosfil 2017 – 2º Congresso do Estado de São Paulo.

Coordenadora de Recursos Humanos Maria Stella Nóris Junqueira Mistro e a Coordenadora Administrativa Gisele Marcatti.

Coordenadora de Recursos Humanos Maria Stella Nóris Junqueira Mistro e a Coordenadora Administrativa Gisele Marcatti.

A Coordenadora Administrativa Gisele Marcatti e a Coordenadora de Recursos Humanos Maria Stella Nóris Junqueira Mistro.

A Coordenadora Administrativa Gisele Marcatti e a Coordenadora de Recursos Humanos Maria Stella Nóris Junqueira Mistro.

Capacitação para profissionais das Residências Terapêuticas

Em 5 de outubro teve lugar no Centro de Educação Continuada do Instituto Bairral uma capacitação para funcionários das Residências Terapêuticas, com o objetivo de atualizar e ampliar o conhecimento a respeito de como funciona esse serviço, além do aprimoramento sobre técnicas práticas de urgências e emergências nas RTs.

Os temas abordados foram: CAPS II como referência ao serviço de Residência Terapêutica; atribuições do cuidador; autonomia e independência do morador; ética e humanização; normas e regulamentos; questões sociais; estimulação cognitiva; cuidados gerais (higiene, curativos, medicação); e urgências e emergências. As abordagens foram de natureza teórica e prática.

A capacitação teve duração de quatro horas e foi conduzida pelas enfermeiras Camila da Costa Parentoni e Roberta Inácio do Couto Rossi, como representantes do CAPS II e das RTs, e enfermeiros Jonas Felipe Claudino e Marco André Theodoro, direcionando toda a dinâmica prática e extra-hospitalar. Integrando a equipe, foi muito importante a participação da assistente social Fernanda Castilho Rondelo, exemplificando questões sociais que caracterizam este modelo de serviço, bem como das demais profissionais da equipe multiprofissional do CAPS II, a psicóloga Fernanda Oliveira Perin e a terapeuta ocupacional Mariana Dutra Zafani, que focalizaram questões de estímulo cognitivo e terapêutico nas atividades do dia-a-dia destes pacientes.

O evento foi muito positivo e dinâmico, com participação ativa dos funcionários submetidos à capacitação.

Enfermeira Roberta Inácio do Couto Rossi abordando assuntos da capacitação.

Enfermeira Roberta Inácio do Couto Rossi abordando assuntos da capacitação.

Funcionários das Residências Terapêuticas e enfermeiros durante a capacitação.

Funcionários das Residências Terapêuticas e enfermeiros durante a capacitação.

Abordagens práticas.

Abordagens práticas.

Enfermeiros Jonas Felipe Claudino e Camila da Costa Parentoni, a assistente social Fernanda Castilho Rondelo, a psicóloga Fernanda Oliveira Perin e os enfermeiros Roberta Inácio do Couto Rossi e Marco André Theodoro.

Enfermeiros Jonas Felipe Claudino e Camila da Costa Parentoni, a assistente social Fernanda Castilho Rondelo, a psicóloga Fernanda Oliveira Perin e os enfermeiros Roberta Inácio do Couto Rossi e Marco André Theodoro.

Equipe de psiquiatras do Bairral é qualificada em evento para estudo sobre suicídio que ocorrerá na instituição

Os médicos psiquiatras Drs. Edivarley Rodrigues da Costa Jr., Marcel Vella Nunes, Marcelo Pinheiro Machado Adelino e Milan Patrício Bata Mitrovitch, integrantes do corpo clínico do Instituto Bairral, juntamente com a coordenadora do Centro de Pesquisas Sinapse-Bairral Marielle Nunes e o pesquisador e investigador principal Prof. Dr. Acioly Luiz Tavares de Lacerda, participaram do evento ASPIRE Investigator’s Meeting nos dias 3 a 5 de outubro, em Miami, Flórida (EUA).

Esse encontro foi realizado com o intuito de apresentar o novo protocolo de estudo em pacientes deprimidos e com tentativa de suicídio. Os médicos e coordenadores de pesquisas foram capacitados na aplicação das escalas e na avaliação adequada dos pacientes, conforme exigências do protocolo. Estiveram presentes centros de toda a América: Argentina, Brasil, Canadá e Estados Unidos. Nossos médicos obtiveram um ótimo desempenho e receberam certificação internacional para aplicação de todas as escalas do estudo, seja de segurança ou de eficácia da medicação.

“Trata-se de um estudo desafiador, mas muito animador, pois sempre procuramos uma resposta mais rápida em pacientes com ideação e planejamento suicida. É uma corrida contra o tempo e saber que podemos contar com algo que tem grande possibilidade de nos ajudar a vencer essa batalha contra o suicídio é reconfortante”, diz o Dr. Edivarley, médico psiquiatra do Núcleo de Terapia Intensiva, unidade do Bairral responsável pelo manejo de pacientes com esse perfil.

Mais uma vez o Instituto Bairral de Psiquiatria, na vanguarda do conhecimento científico, desponta como um dos centros de maior potencial para recrutamento de pacientes com esse perfil, devido à alta complexidade de atendimentos que realiza, tanto em suas unidades de internação quanto nas unidades ambulatoriais.

Dr. Milan Patrício Bata Mitrovitch, Dr. Marcelo Pinheiro Machado Adelino, Prof. Dr. Acioly Luiz Tavares de Lacerda, Marielle Nunes, Dr. Marcel Vella Nunes e Dr. Edivarley Rodrigues da Costa Junior.

Dr. Milan Patrício Bata Mitrovitch, Dr. Marcelo Pinheiro Machado Adelino, Prof. Dr. Acioly Luiz Tavares de Lacerda, Marielle Nunes, Dr. Marcel Vella Nunes e Dr. Edivarley Rodrigues da Costa Junior.

Página 20 de 151« Primeira...10...1819202122...304050...Última »